SOBRE A ABRAFARMA

EVENTOS 
INFORMAÇÕES
CONTATOS
ABRAFARMA - Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias
© 2019 Abrafarma. Todos os direitos reservados.
EDITORIAL

Olhar atento e passos largos rumo ao futuro

 

As redes de farmácias associadas à Abrafarma vivem um momento extremamente positivo, resultado da boa semeadura que vêm realizando há pelo menos duas décadas. Nesse período, o crescimento das grandes redes nunca registrou índices abaixo de dois dígitos, desempenho creditado não só à competên­cia, mas também ao constante acompanhamento das últimas ten­dências do segmento verificadas em países desenvolvidos.

 

Anualmente, a Abrafarma realiza pelo menos duas missões internacionais, a exemplo das promovidas em 2014, quando uma delegação formada por 45 profissionais esteve em Nova York e na Flórida, no primeiro semestre; e em Boston, no segundo semestre. Nessas ocasiões, o grupo pôde participar de programas desenha­dos por algumas das principais universidades norte-americanas, bem como conferir a nova geração de lojas e serviços das maiores redes de drugstores dos Estados Unidos. Essa experiência reforçou aspectos necessários ao aprimoramento dos serviços farmacêu­ticos e nos quais a Abrafarma já vem trabalhando com afinco. O principal diz respeito ao projeto de Assistência Farmacêutica Avançada, cuja primeira etapa de trabalho está sendo desenvolvida desde 2013 e também ao longo de 2015. A iniciativa prevê a formatação de oito novos ser­viços que podem ser prestados nas farmácias, desde a imunização até clínicas de autocuidado.

 

É lógico que, para alcançarmos esse nível, precisamos repensar o papel do farmacêutico, que deve ser muito mais nobre do que o simples trabalho de entregar caixinhas de medicamentos. Esse profissional merece ser reconhecido e valorizado por suas com­petências, que podem, sim, estar a serviço de uma proximidade maior com o paciente.

 

A cada dia as farmácias associadas à Abrafarma fazem cerca de 2 milhões de atendimentos. Nossos PDVs são, de longe, o local preferido do consumidor, no canal farma, no que se refere a medi­camentos, higiene, beleza e conveniências. Mas temos de avançar ainda mais. Como vêm fazendo as grandes cadeias norte-americanas, é preciso conquistar cada “esquina” com uma oferta de produtos, serviços inovadores e muito mais conveniência.

 

É por essa razão que a entidade luta por uma farmácia mo­derna que atenda o consumidor não só em suas necessidades de saúde, mas também de bem-estar e qualidade de vida. Nesse aspecto, cabe salientar as recentes e sábias decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), ao considerar constitucionais todas as leis estaduais que permitem a venda de arti­gos de conveniência pelas farmácias. Foi uma vitória magistral a favor do consumidor e que reflete novos tempos. O posicionamento da Suprema Corte brasi­leira sepulta de uma vez por todas a discussão em tor­no dos “alheios”. A farmácia pode, sim, oferecer uma gama de produtos mais ampla do que a atual. A partir dessa decisão, é possível construir uma nova farmá­cia, com mais e variados artigos à venda, e garantir a inserção definitiva desses estabelecimentos como o local mais próximo do consumidor para necessidades básicas do dia a dia.

 

Tantas boas notícias representam as boas-vindas para um futuro muito positivo, pelo menos no papel que compete às farmácias associadas à Abrafarma. Estamos trabalhando muito, neste ano de 2015, para construir esse ce­nário afirmativo. Faremos novas missões internacio­nais para continuar nos espelhando em bons exem­plos e seguimos na busca por modernas estratégias de gestão. É assim que continuaremos a plantar e co­lher bons resultados pelas próximas décadas.

 

Sérgio Mena Barreto

Presidente-Executivo da Abrafarma