SOBRE A ABRAFARMA

EVENTOS 
INFORMAÇÕES
CONTATOS
ABRAFARMA - Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias
© 2019 Abrafarma. Todos os direitos reservados.
Afastando o fantasma da crise, as drogarias querem crescer 13%
 

Fonte: DCI – São Paulo

 

- Mesmo com a desaceleração da economia, o varejo de farmácias e drogarias espera manter o mesmo ritmo de crescimento ano passado, cerca de 13%, segundo a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma).

O dado abrange as 28 redes associadas à entidade. Segundo o presidente da Abrafarma, Sérgio Mena Barreto, a estimativa é motivo de comemoração já que no mercado em geral, a previsão é de alta de, no máximo, 6%. "Estarei bem feliz se tiver manutenção do resultado do ano passado."

Barreto explicou que, em períodos de crise, as redes independentes são as que mais sentem. "Elas tem menor poder de negociação com a indústria e sofrem mais com a ruptura no ponto de venda. Constatamos que de cada dez produtos, quatro estão em falta nessas operações, o que representa uma quebra de 42%."

Entre as grandes redes a manutenção da abertura de lojas sinaliza que as vendas permanecem em alta. "Crescemos 16% no primeiro semestre na comparação com 2014", disse o presidente da Pague Menos, Deusmar Queiroz. Na Raia Drogasil a meta de novas unidades é agressiva. "Vamos abrir 130 lojas em 17 estados este ano", diz o presidente da rede, Marcílio Pousada.